1/1

 Se eu soubesse como fazer uma boa fotografia,

eu faria o tempo todo. 

Robert Doisneau

Osvaldo Vanguarda nasceu em Curitiba, capital do Paraná

em 8 de setembro de 1977.

Durante vinte e quatro anos teve a música em primeiro plano

na sua vida tendo participado ativamente da cena

musical alternativa de Curitiba durante as décadas de 1990

e 2000 - foi baterista de bandas que ficaram no inconsciente coletivo da cidade - e manteve

durante todo esse tempo a fotografia como uma paixão platônica.

Em 2011, inspirado por momentos do cotidiano e vontade

de registrá-los teve a chance de retomar a velha paixão e

assumir a fotografia como sua nova arte.

Acreditando no espanto da fotografia, como citou Roland Barthes, Osvaldo decidiu dar asas `a sua arte escondida e alçou vôo

criando a Vanguarda, uma nova maneira de ver a história das

pessoas comuns, seus sonhos e suas vidas através das imagens.

 

A Vanguarda assim nos convida a perceber de uma nova maneira

o mundo `a nossa volta nos fazendo ver através das lentes

de uma câmera muito mais do que uma simples fotografia ou

imagens, mas algo que tanscende os simples - nem por isso

menos importantes - momentos registrados.